top of page

Negócios são constituídos por pessoas



Na história de TODOS os negócios, tudo começa com os sócios ou com o sócio fundador. Aquela ou aquelas pessoas que tomaram a decisão de empreender são as responsáveis por promover crescimento econômico para a sua região e o seu país.

No ano de 2022, o Brasil viveu um dos maiores índices de abertura de novos negócios, de acordo com dados divulgados pelo IBGE. Este dado é animador, apesar de os índices de encerramentos também terem aumentado, na maioria dos casos por questões de falhas na gestão, além das elevadas taxas de impostos.

Esses empreendedores que iniciam os negócios são peças fundamentais para fazer com que o crescimento econômico aconteça e têm a responsabilidade de oferecer um maior número de empregos, possibilitando o desenvolvimento das famílias brasileiras. Neste ponto já chegamos na afirmativa da frase do título: negócios são constituídos por pessoas. Os sócios são peças essenciais para que o negócio se desenvolva. E as condições em que o negócio foi fundado impactará nele enquanto ele existir.

Falei aqui sobre crescimento e esse é um ponto importante. Todo empreendedor sabe, ou aprende durante a jornada, que, para crescer, ele precisará de pessoas que exerçam funções para proporcionar seu desenvolvimento e, consequentemente, seu crescimento. Sem as pessoas, o desenvolvimento fica comprometido. Claro que há, também, o cenário de empresas que possuem um número elevado de funcionários, mas não conseguem promover a expansão. Sobre isso, dissertarei em outro texto, que se chamará "Muito trabalho e pouca performance".

Inevitavelmente, todo negócio que se desenvolve e cresce em faturamento, resultado e número de funcionários dependeu, ou melhor, depende do envolvimento de pessoas para que possa chegar em um saldo positivo. Portanto, as empresas que conseguem equilibrar esta relação com as pessoas frente aos resultados planejados e realizados, obtém sucesso.

Todos os negócios são feitos de pessoas. E quando o sócio ou os sócios fundadores possuem clareza de onde querem chegar e do PARA QUÊ o negócio teve início, todos os seus liderados aprendem o caminho das pedras. Esta clareza facilita que as pessoas que estejam desempenhando sua função possam auxiliar com suas habilidades e seu conhecimento para que o negócio cresça. Como não investir em mentorias para os sócios e gestores, bem como para o desempenho de seus liderados, quando sabemos que os negócios são feitos de todas as pessoas que lá estão?

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page